sábado, 21 de agosto de 2010

7am

Eu só queria pensar noutra coisa,
acordar noutro corpo,
um que se elevasse de mim
e me tirasse da vida.

Só, vim eu na rua ontem,
o sol esbofeteava-me a mim
e ao manto do Tejo
parado.

és tudo o que eu vejo.

Sem comentários:

Enviar um comentário